6 de janeiro de 2013

Resenha de "Feche Bem os Olhos" de John Verdon

Atenção! Essa resenha pode conter spoilers.


Nos minutos seguintes, os dois homens comeram em silêncio. O peixe estava maravilhoso e o vinho só parecia torná-lo mais deliciosos ainda. Dois dias antes, quando Sonya falara sobre o interesse de Jykynstyl, a mente de Gurney tivera breves fantasias sobre o que o dinheiro poderia comprar, fantasias que o levaram ao litoral: às praias de Seattle, ao estreito de Puget e às ilhas San Juan sob o sol de verão, com céu azul e água cristalina. Agora essas imagem retornara aparentemente por causa da promessa financeira de projeto de Arte com fotos policiais e também por causa da segunda taça, mais saborosa, do vinho.

David Gurney, mesmo depois de aposentado é convidado para trabalhar num caso onde a vítima, de 19 anos, foi brutalmente assassinada no dia de seu próprio casamento. O principal suspeito de ter cometido o crime foi Hector Flores, porém, depois do casamento, ninguém voltou a vê-lo novamente. Ao começar a investigar o caso, David descobre que há muito mais coisas envolvidas e que o assassino é muito mais esperto do que ele imaginava.

Com personagens interessantes e uma narrativa envolvente, John Verdon conseguiu escrever um romance policial que consegue deixar qualquer leitor completamente ligado à sua obra, fazendo que com cada detalhe apresentando no decorrer da evolução do caso Perry deixe o livro cada vez mais cativante, sedutor. Me envolvi tanto com a história ao ponto de olhar para o lado para ver se não tinha ninguém, de tanto medo que tive, mas mesmo assim não conseguir largar o livro mesmo faltando 200 páginas para terminá-lo.

Apesar de eu ter começado a ler a série pelo segundo livro, consegui entender perfeitamente todos os fatos, apesar de que quando falavam do caso Mellery (caso do primeiro livro) eu ficava bem curiosa para saber qual era a história. Val Perry, a mãe de Jillian deveria ter tipo mais destaque no livro. Ela deixou a cena em que apareceu bem humorada e no final, gostei muito do seu reconhecimento e generosidade. Esse livro me surpreendeu bastante, e sinceramente, foi muito melhor do que eu imaginei que seria, deixando o leitor cada vez mais surpreso com cada coisa que Gurney descobria, sobre Jillian e sobre quem a matou. Então, se você vai ler este livro, se prepare para muitas surpresas.

5 comentários:

  1. Oi Larissa! Não é a primeira vez que vejo este livro ser elogiado, eu gosto da proposta e tenho muita vontade de ler,só estou precisando de tempo.

    Boa semana.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com vontade de le ro livro, droga, fui me meter a ler um livro de mil páginas ahahah agora empacou tudo.
    bjs
    naquelemomentoeujuro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nunca li um romance policial... eu acho que eu ficaria morrendo de medo! hahaha.
    Mas esse livro me parece legal. Quem sabe um dia tomo coragem de ler livros desse tipo, rs.
    Beijos,

    Letícia
    www.odomdaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Lari!
    Vamos fazer uma troca? Você lê algo do Coben e eu leio este livro, que por acaso parece ser maravilhoso! rs
    Já que somos ambos fãs do gênero policial, não vamos nos decepcionar!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Acho que vc deveria ler o primeiro livro, quer dizer, se fosse eu, iria ficar com dor na consciência. aslamlsamkas

    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir