4 de novembro de 2012

Resenha de "A Culpa é das Estrelas" de John Green

Atenção! Essa resenha contém spoilers.


Meu nome é Augustus Waters - disse - Tenho dezessete anos. Tive um pouco de osteossarcoma em um ano e meio atrás, mas eu só estou aqui hoje porque o Isaac me pediu.
- E como está se sentindo? - o Patrick perguntou.
- Ah, maravilha. - Augustus Waters deu um sorrisinho. - Estou numa montanha-russa que só vai para cima, amigão.
Quando chegou a minha vez, eu disse:
- Meu nome é Hazel. Tenho dezesseis anos. Tireoide com metástase nos pulmões. Estou bem.
A hora passou rápido. Lutas foram recontadas, batalhas ganhas em guerras que com certeza seriam perdidas; a esperança virou tábua de salvação, famílias foram celebradas e recriminadas, foi consenso que os amigos não entendiam nada; lágrimas foram compartilhadas, e consolo, oferecido. 

A Culpa é das Estrelas é surpreendente. A cada página virada é uma grande surpresa, sendo elas boas ou ruins. John Green conseguiu juntar duas coisas em uma só, e isso ficou uma química perfeita, conseguindo escrever um romance nada meloso, mas completamente fofo, com uma história que nos deixa com vários sentimentos ao menos tempo, inclusive mostrando a tristeza que é uma pessoa ter câncer, mas a alegria de ter um primeiro amor.

O livro narra a história de Hazel, uma paciente terminal de câncer e de seu primeiro amor Augustus. Após se conhecerem num grupo de apoio a crianças/adolescentes com câncer, começaram a namorar e juntos passaram por várias aventuras inesquecíveis, descobrindo assim, um sentimento que surgiu tão de repente nos dois.

Com narrativa envolvente, personagens irônicos e divertidos e um certo humor, John Green conseguiu escrever um livro que nos faz valorizar a nossa vida, nossa saúde e também a parar de reclamar (um pouco!) das coisas que já estão perfeitas. No começo, eu pensei que esse livro ia ser um chororô total, porque eles têm câncer e tudo mais, só que o que me surpreendeu, foi que não era bem assim. Eles não querem que as pessoas sintam pena deles, e nós que não temos esse certo tipo de problema, sempre tratamos eles como coitadinhos.

Outra coisa muito legal também, é que você pensa que por eles terem câncer, você acha que eles querem morrer de uma vez, poupar todo esse sofrimento, mas o livro me mostrou que não é bem assim. Ao contrário disso, eles têm uma sede de vida tremenda, porque eles sabem que eles estão perdendo um pouco disso a cada que se passa. O casal que Green criou, ficou tão perfeito que eu gostaria de ter um namoro daquele. Eles estão sempre se apoiando nas dificuldades, são super companheiros um do outro e acima de tudo, sendo grandes amigos antes de namorados. Eu acredito que esse fato tenha contribuído para o sucesso do livro, porque quando nós, eu pelo menos, lemos um romance, queremos algo que possa acontecer com qualquer um.

Assim como no livro preferido deles, eu achei que a história acabaria no meio de uma frase, mas graças a Deus, não acabou. Porém, eu achei um pouco confuso quando o Augustus fala nas cartas sobre as escolhas da Hazel. Eu perguntei para a minha amiga e ela também não entendeu muito. Mesmo assim, eu adorei o livro por ele ser tocante, que te faz refletir sobre muitas coisas.

16 comentários:

  1. THIS BOOK ASJFKLFHSLGH HG IPDAH GIPAHG IPHAPQIG NHPAGN PAIHG IPA HGNPW <3 <3 <3 <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei! Eu simplesmente AMO esse livro <3333

      Excluir
  2. Awn, eu MORRO de vontade de ler esse livro, simples assim.
    Eu sei que vou chorar horrores (como sempre choro em histórias do tipo), mas necessito desse livro. Não ouvi uma opinião negativa sobre ele.
    Morrendo!
    Parabéns pela resenha, soube muito bem colocar os pontos positivos e negativos da história.
    Beijos!
    http://vidadaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, ele é simplesmente perfeito! Sério, eu nunca gostei tanto de um livro como eu gostei desse. Você não vai se arrepender de ter lido c:

      Excluir
  3. Toda vez q leio as resenhas desse livro dá vontade de chorar e pegar meu exemplar e abraçar e ficar num cantinho me balançando pra frente e pra trás em posição fetal ok thxby
    (Mareska resumiu bem o sentimento)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA, ai meu Deus. É uma pena que eu tenha emprestado esse livro, mas eu acho que realmente, a Mareska resumiu super bem o sentimento hahaha.

      Excluir
  4. Tive o mesmo receio: achava que o livro ia terminar no meio de uma frase HUASUHAUSH
    Que bom que ele terminou a história, que, diga-se de passagem, é linda!
    Amei demais <3
    Céu de Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E as minhas duas amigas que leram esse livro também acharam! Mas, mesmo que ele não tenha acabado no meio da frase, eu achei que o final ficou meio vago, sei lá.

      Excluir
  5. Eu adoro esse livro. É impressionante como ele conseguiu fazer um livro com um casal de adolescentes como protagonistas que não é deprimente nem clichê, passando bem longe de ser um cancer book...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Ficou tudo perfeitinho, na medida certa de cada coisa, sem exagerar, mas sem faltar nadinha.

      Excluir
  6. Preciso ler esse livro! Já perdi a conta de resenhas positivas que li! Adorei a resenha! :)

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo fala bem desse livro, mas sério, é impossível não se apaixonar por ele haha.

      Excluir
  7. Amei a resenha e simplesmente preciso ler esse livro! Já li tantos elogios sobre ele...
    Ah! Respondi um meme no meu blog e entre os 10 blogs indicados, 1 foi o Bagaço de Laranja. Não sei se vocês costumam responder memes, mas se respondessem eu ficaria muito feliz!
    Beijos,

    Letícia
    www.odomdaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo meme! Todo mundo elogia não é? Eu também não vi alguma pessoa que tenha detestado esse livro haha.

      Excluir
  8. Quero muito ler este livro.
    *-*

    http://pyrorevolutionbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Lari, minha cara! Aqui vos fala Vitoria que lhe emprestou esse lindo livro. Eu comentei com você há pouco tempo que de vez em quando eu aparecia por aqui pra ler as resenhas e hoje não foi diferente... pra falar a verdade eu tava checando aqui com mais frequência porque eu tava ansiosa pela resenha de A Culpa é das Estrelas porque asdfghjklasdfghjkl ESSE LIVRO <3 e eu realmente queria saber sua opinião. Afinal, eu amo o John Green mais do que a mim mesma e sempre que eu empresto pra alguém um livro de um autor que eu amo, eu sinto a necessidade de compartilhar com todos o quanto eu amo tal autor. E EU AMO O JOHN, SÉRIO, você não faz ideia o quanto eu admiro esse cara. asdfghjkl ai quanto amor.
    Seu site é lindo também, tem que ter bastante empenho pra fazer um blog de resenhas. Se eu fizesse um, dois meses depois eu já teria largado. Parabéns pelo empenho :)

    ResponderExcluir