21 de outubro de 2012

Coluna Autor #2: Roald Dahl

"Se uma pessoa tem pensamentos feios, ela começa a mostrar no rosto. E quando essa pessoa tem pensamentos feios todos os dias, todas as semanas, todos os anos, o rosto fica mais feio e mais feio até que você dificilmente pode suportar a olhar para ele. Uma pessoa que tem bons pensamentos não pode jamais ser feio. Você pode ter um nariz torto, uma boca deformada e um queixo duplo e dentes separados, mas se você tem bons pensamentos ele vai brilhar fora do seu rosto como raios de sol e você sempre está linda."

Roald Dahl nasceu no dia 13 de setembro de 1916 no País de Gales. Aos três anos de idade, sua irmã morreu de apendicite e seu pai de pneumonia. Aos treze anos de idade, foi educado em Derbyshire onde foi ajudante de prefeito, se converteu no capitão da equipe escolar de fives e desenvolveu seu interesse na fotografia. Enquanto estudava em Repton, teve a inspiração de escrever seu segundo livro para crianças.

Quando chegou na vida adulta, após terminar o colégio, ao invés de ir para a faculdade, que era o desejo de sua mãe, Roald virou navegador. Depois, trabalhou como vendedor e mais tarde se alistou para lutar na Segunda Guerra. Serviu na Síria, na Líbia e na Grécia, na quando foi cumprir uma missão na África, seu avião foi bombardeado muitas vezes e devido a algumas lesões graves, voltou para casa. Ao voltar da guerra, ele escreveu um livro enfocando nos horrores na guerra que chamava-se "Over To You: Ten Stories of Flyers and Flying".

Em 1942, quando se mudou para Washington, começou a escrever, contando sua visão da guerra para jornais e revistas, começando assim, a ganhar fama. Nos anos sessenta começou a se interessar pelos livros infantis. Com quatro filhos, Roald sempre contava a eles histórias, então lançou seu primeiro livro para crianças chamado "The Gremlins". Logo após, escreveu "James e o Pêssego Gigante" e "A Fantástica Fábrica de Chocolate".Em 1982, morre sua filha Olívia, três anos depois sua mulher sofreu uma doença que quase a deixou inválido e com três anos de idade, seu filho Theo sofreu um acidente de carro que causo danos em seu cérebro. Mesmo assim, Roald Dahl não deixou de escrever, ficando mais famoso após lançar "Matilda".



Para quem se interessou, tem o site dele, que é uma fofura total. O link é esse: www.roalddahl.com

Fonte

5 comentários:

  1. Oii!
    Ainda não conhecia o autor! Mas as suas histórias sim! Amei descobrir mais sobre as obras dele!
    Ótimo post!
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  2. Ainda não o conhecia :( gostei bastante das ilustrações hehe

    Beijos.
    Me visita?
    Guilherme.
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Caraca que história né .... é bom conhecer melhor os autores né! Adorei o post! Parabéns, seu blog é lindo ;D Já estou seguindo!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, quanta tragédia na vida dele. :X
    Bacana ver que ele superou tudo e continuou escrevendo!!

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nossa, quanta tragédia na vida dele. Bacana ver que ele superou e continuou escrevendo!!

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir